"O desporto nacional precisa do Sporting ao mais alto nível para que os valores que são defendidos não se percam"



segunda-feira, setembro 29

Os porcos também são gente

Bem. E ao fim de quase 4 anos não vimos os lampiões com o melão habitual.

3 comentários:

PPA disse...

A rigidez Bentiana

O Sporting de Paulo Bento tem-se destacado, na minha opinião, pela Rigidez Bentiana.
Esta rigidez não será alheia a uma das principais características do treinador Leonino, a sua teimosia; que também se demonstra na dificuldade de lidar com as personalidades mais fortes e “especiais” do nosso balneário.
Já se percebeu que Bento “não conta” com quem não seguir ao milímetro o que ele pretende.
De facto a rigidez de princípios é exagerada, o que leva o Sporting a apresentar apenas um modelo de jogo exequível, o tal 4-4-2 losango.
O que sair fora disto dá asneira, o que torna este Sporting demasiado previsível, sendo demasiado fácil para os adversários saberem como o Sporting joga.
Depois é tudo uma questão de equilíbrio de forças, pois contra equipas “fracas”, quase sempre a rigidez Bentiana leva a melhor.
Os Sportings de Bento têm sido capazes de ir mais além ou não, consoante a riqueza do plantel ou a forma em que os jogadores se apresentam na altura dos desafios; mas é tudo muito previsível, muito fácil de “acertar no totobola”.
Também pela rigidez Bentiana se compreende que enquanto tudo estiver a correr de feição nos jogos, o Sporting se aguenta muito bem, seja em que campo for.
De facto, quando o Sporting se apanha a vencer por 1-0, a equipa fica confortável, pois pode aplicar a tal “tranquilidade”. E o historial de Paulo Bento no Sporting, prova que realmente quando se apanha a vencer, tem sido quase impossível aos adversários darem a volta.
Em contrapartida, quando o Sporting se apanha a perder, revela muitas dificuldades, e tem sido muito raro virar jogos, a níveis percentuais invulgarmente raros em equipas ditas grandes. É habitual as grandes equipas virarem jogos; o Sporting tem dificuldade; e porquê?
Penso que essencialmente tudo está estudadinho ao pormenor, o problema é que quando as coisas não correm bem, a equipa fica perdida em campo, muito por culpa de não estarem treinadas formas diferentes de espalhar as peças em campo.
Evidentemente que é nestes momentos que os jogadores que pela sua mais valia técnica podem fazer a diferença, e neste particular acho que estamos um pouco limitados, pois temos poucos “mágicos”.
Liedson (em forma), Rochemback, Vuk e possivelmente Izmailov serão dos poucos capazes de colocar em campo essa imprevisibilidade. Mas importa que possam actuar como “vagabundos” em campo; e não serem amarrados pelo treinador a posições e princípios demasiado tácticos.
Evidentemente que não POSSO exigir ao Sporting que vença os Gigantes Europeus, pois sejamos honestos e realistas, por melhor que joguemos a diferença é abismal; apesar de ser possível de vez em quando arrancar uma exibição fabulosa e vencer um jogo a esses colossos do futebol, como já aconteceu com o Inter, na altura com Miguel Veloso a fazer uma exibição imperial, para mim a melhor da sua carreira.
Este exemplo só vem demonstrar o grande tiro no pé de Barcelona, quando Bento decidiu amarrar Veloso a defesa esquerdo após alguns minutos em que actuou a trinco e conseguiu dar supremacia ao Sporting nesse desafio, tendo inclusivamente chegado ao golo e com 2-1 no placard ter discutido o mesmo em Camp Nou.

A excepção (que confirma a regra)
Os jogos com o FCP têm sido a excepção na carreira de Paulo Bento como treinador do Sporting. De facto temos quase sempre vencido, principalmente por duas razões:
- Em todos esses desafios, o FCP tem sempre partido como favorito, quer pela estatística pontual, quer pela soma monetária teórica do valor dos passes do plantel, quer pela generalidade da imprensa e “opinion makers”; dando sempre a sensação nesses jogos que entram em campo “convencidos” que vão acabar por vencer o Sporting. E isso tem quase sempre funcionado a favor do Sporting, pois damos sempre a sensação que os surpreendemos em campo.
- O Jesualdo tem errado constantemente em termos tácticos, sendo que mudou o esquema só para os jogos com o Sporting e apenas em mais uma ocasião, quando foi a Londres perder por 4-1 com o Arsenal. Realmente o Jesualdo lá saberá porquê; pensando eu que o faz porque julga que o meio campo Leonino é superior ao dele, pelo que o tenta modificar, mas com as modificações ou sem elas, tem sido ai que o FCP perde os jogos com o Sporting, na batalha do meio campo.

Desta vez, e após alguns jogos, principalmente 2 Supertaças e uma Taça ganhas pelo Sporting ao FCP, e pelas prestações pobres do mesmo FCP esta época, não acredito que o FCP entre como “favorito” em Alvalade na próxima jornada, pelo que estou bastante céptico para este desafio, cheirando-me o mesmo demasiado a empate; até porque na “cabecinha” de Bento será muito mais importante não perder 2 jogos seguidos com os maiores rivais do que vencer.
Aceito que um treinador rígido como Paulo Bento possa no final das épocas conquistar mais umas taças para a nossa colecção gigantesca de mais de 13.000, mas até por isso, pelas mais de 13.000 taças que o Sporting tem, pergunto a mim mesmo e aos Sportinguistas se é isto que pretendemos?
Se calhar com outro treinador dariamos mais espetáculo mas no final ganhariamos menos, mas uma coisa é certa e sabida: não gosto de perder como perdemos em Barcelona ou na Luz, nem de ganhar a defender como em Braga.

http://afirma24.blogspot.com/

Ludgi disse...

Não podem ser sempre os mesmos a ganhar.
Li por aí na nossa comunicação social algures que "os milhões venceram". Eu prefiro dizer que venceu a sorte do jogo e pouco mais, porque os milhões que os palhaços vermelhos investiram pouco se vêem. Desde Aimar a Reyes e outros qtais que a lampionagem os intitula de "vedetas do futebol mundial", o certo é que me cheira que estes gajos que mais não são 2as escolhas e rejeitados dos seus anteriores clubes vão conseguir a mesma proeza do ano passado: um honroso 4º lugar.
Eu sugiro que a passarada faça o que se impõe: na classificação...olhem p'ra cima.

PPA disse...

Benfica TV

Tenho-me RIDO bastante nos últimos dias, com esta história do “novo canal”, Benfica TV!
Mas afinal qual é a piada, perguntam vocês?
A piada é que desde que me conheço, a TV sempre foi do Benfica.
Aliás, para além de vários comentadores Manhosos e Leonores Putões, até recentemente numa transmissão da TVI, outros Lampiões foram apanhados por acidente em OFF no intervalo de um jogo do SLB, a falarem: “onde vamos jogar para a semana?”.

http://www.youtube.com/watch?v=Fdt0jXeY8NA

Enfim… mas vejam o vídeo, e principalmente ouçam, pois este vídeo é uma autêntica campanha de propaganda ao Benfica, que faria inveja à melhor campanha Nazi de Goebbles, fazendo a Riefenstahl corar e Hitler dar 2 murros na mesa.
A locução de Paulo Catarro é hilariante, principalmente porque essa equipa falhou rotundamente, não ganhou nada de nada e o treinador foi embora cedo; mas quem os ouvisse até pensava que estaria ali um futuro Torino dos anos 40, um Real Madrid dos anos 50, um Milan dos anos 90; ou até quiçá, uma “Laranja Mecânica”!
O mais grave é que tudo isto… com o dinheiro de todos os Portugueses.

A Bomba vinda da Rússia!

Loading...

Marat Izmailov

Pois é. Nani já lá vai e 25.5 milhões serviram de troca para a transferência. No entanto, não vai ser fácil substituir um jogador como ele. Pelo menos não iria ser fácil(!) já que pelos vistos o Sporting parece ter encontrado o substituto ideal. Um pouco mais velho, 24 anos, mas ainda com margem de progressão (ao contrário do que muito boa gente diz). Chegou a ser considerado, em 2001, o melhor jogador jovem do campeonato russo, tendo depois algum azar, fracturando um dos pés. Faz todas as posições do meio campo para a frente, menos a de ponta de lança (também não era preciso já que o levezinho dá sempre conta do recado...) Acho que podemos confiar nele, até porque os russos têm sempre aquela tenacidade e abnegação que lhes é reconhecida e não se deixam ir em manias e tiques próprios de culturas mais latinas... Aqui fica um apanhado do que ele é capaz de fazer.

A Nova Pérola

Loading...

Livre de Vukceviv

Loading...

O estereótipo lampião - Lampião da Estrela

Loading...